Ouvidoria 0800-642-4800

09 de Abril 2018 Coletivo Rosa 2018 inicia com turmas em Grão-Pará e Rio Fortuna

Cerca de 65 mulheres de Rio Fortuna e Grão-Pará farão parte do Coletivo Rosa 2018. Sucesso no ano passado, o projeto social da Cresol reinicia com novidades. A principal delas é a formação de uma turma só com mulheres de Grão-Pará. O primeiro encontro do grupo já está marcado para esta quarta-feira (11 de abril. Na terça-feira da semana seguinte, dia 17, será a vez das mulheres de Rio Fortuna se reunirem.
    Este ano, das 65 mulheres que vão integrar o projeto, 30 são novatas. “As 27 que participaram da edição do Coletivo em 2017 foram convidadas a retornarem, além das nossas colaboradoras”, conta a diretora-presidente da Cresol, Miriane Dela Justina Moreira. Em Rio Fortuna, as pioneiras seguem como madrinhas das novatas. “Definimos que cada mulher participará por dois anos: um como participante e outro como madrinha de uma nova integrante”, detalha. Como em Grão-Pará apenas sete mulheres participaram do Coletivo Rosa 2017, estas seguem este ano como organizadoras da turma de lá. Já as 10 convidadas deste ano voltam em 2019 como madrinhas de outras 10 mulheres. “A ideia é aos poucos formarmos um grande mutirão”, acrescenta Miriane.
    O Coletivo Rosa tem como objetivo inserir a mulher de forma mais participativa e eficaz na sociedade e na família. O projeto social, exclusivo da Cresol Rio Fortuna, segue até novembro deste ano. Temas como moda, culinária, saúde, além de uma palestra para casais serão trabalhados. “Serão temas diferentes dos que abordamos ano passado. As sugestões vieram das próprias participantes, na avaliação que fizemos”, conta a diretora-presidente. “As rodas de conversa continuam. As mulheres também pediram para continuar falando sobre motivação”, acrescenta Miriane.

Foto: Foto Nack

 


 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS

Receba novidades por e-mail