Ouvidoria 0800-642-4800

30 de Novembro 2018 Quadros artesanais com sementes crioulas são entregues no II Seminário Internacional do Cooperativismo de Crédito Solidário

 Beleza, sensibilidade, criatividade, únicos. Assim, podem ser definidos os 223 quadros artesanais de sementes crioulas desenvolvidos para o II Seminário Internacional de Cooperativismo de Crédito, realizado pela Cresol Central SC/RS, de 27 a 29 de novembro, com patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os mesmos foram entregues para os homenageados no seminário e foram produzidos pela família de Fátima e Valdemir Bucker, da comunidade de linha Vista Alegre, interior de Romelândia/SC. 

A família de agricultores é guardiã de sementes crioulas e vive da produção e comercialização de sementes. Fátima conta que as sementes estão na família Bucker há aproximadamente 80 anos. “Nós continuamos cultivando na propriedade até que em 2011 fomos encontrados pela Oeste Bio e começamos a mostrar para as pessoas, principalmente agrônomos que vinham conhecer”, comenta Fátima. “Até que um técnico da Epagri de Anchieta, que hoje é prefeito lá, nos incentivou ainda mais e começamos fazer também artesanato em palha”, comenta. “Então quando vocês nos pediram para fazer quadros com as sementes, jamais pensamos que faríamos algo assim, porque trabalhávamos com palha”, conta a agricultora. Mas apesar de ser uma novidade, a família aceitou o desafio e produziu os mais de 200 quadros, um diferente do outro. “Foram 223 ideias e ainda sobrou ideias”, salienta Fátima. “Não temos palavras para agradecer a Cresol por ter apostado nesse tipo de artesanato, acreditar na gente, foi trabalhoso, mas valeu a pena. Foi o primeiro trabalho com colagem de sementes, mas não será o último”, enfatiza.
O trabalho de artesanato da família foi visto por funcionários da Cresol na Feira de Sementes Crioulas em Anchieta e chamou a atenção. Assim, pediram para a família se fariam quadros com sementes crioulas para entregar aos homenageados, já que é objetivo da Cresol Central SC/RS e Coopertec fomentar a produção agroecológica e o repasse de sementes crioulas entre produtores rurais, no intuito de ampliar a produção de alimento saudável e a renda de agricultores familiares.
A família possui variedades de milho, pipoca, feijão, amendoim e arroz. Algumas dessas sementes crioulas são comercializadas, garantindo renda para a família, e outras são apenas para a subsistência, que juntamente com o plantio de hortaliças, mandioca, batata e produção de carne garantem uma alimentação saudável para a família. 
 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS

Receba novidades por e-mail