Ouvidoria 0800-642-4800

13 de Agosto 2019 Cresol Central realiza ato com assinaturas simbólicas de contratos

Chegou a hora de conquistarmos um sonho que fazia tempo que estávamos batalhando. Essa foi a afirmação do associado da Cresol Chapecó Zildo Santin Cardoso, residente no interior de Cordilheira Alta, durante evento realizado nesta terça-feira (13/08) na Cresol Central SC/RS. Na oportunidade, foi realizada assinatura simbólica das duas primeiras liberações pela Cresol Central das linhas BNDES Pequenas Empresas e Pronaf Mais Alimentos Moradias Rurais.
Emocionado, seu Zildo comentou que a família necessitava de uma casa nova. “Chegou a um ponto que resolvemos encarar e fazer. Se deixar passar essa oportunidade não vamos mais ter. Pegamos esses R$ 50 mil com as duas mãos, pois cavalo encilhado não passa duas vezes”, frisou. Ele salientou que embora tenha juros, as condições de pagamento são boas, não “apertam” muito. “Se fosse mensal não teríamos condições, mas anualmente é mais fácil. Respiramos um pouco, podemos fazer colheita e não depender só de vaca de leite para pagar”, continua. “Eu e meu filho vamos batalhar. A juventude no meio rural está difícil de segurar, tem muitos casos que a piazada não quer mais saber de lavoura, mas eu e meu piá damos conta do recado até aqui”, finaliza.
O associado da Cresol Chapecó assinou contrato com finalidade de construção de casa nova, no valor de R$ 50 mil, através do Pronaf Mais Alimentos Moradias Rurais. Foi a primeira liberação do Sistema Cresol Central nessa nova linha para habitação. Já na linha BNDES Pequenas Empresas, a primeira liberação foi para a empresa Elétrica Saudades Comércio e Instalação LTDA, associada da Cresol Pinhalzinho. A operação é no valor de R$ 40.000,00 para Capital de Giro. As contratações da linha BNDES Pequenas Empresas iniciaram em julho e até o momento a Cresol Central SC/RS já contratou R$ 330 mil nesta modalidade.
O diretor de Fomento a Negócios da Cresol Central SC/RS, Braulio Zatti, parabenizou as Cooperativas pela agilidade. Salientou que a linha Pequenas Empresas que foi lançada em Chapecó pelo BNDES é importante para a Cresol crescer e ampliar a relação com as micro e pequenas empresas, que em nível de Brasil, dominam o mercado. Quanto a linha de habitação, ele destaca que é uma necessidade. Mesmo que não possua os subsídios de programas anteriores, se conseguiu manter, agora dentro do Pronaf. “É o início desta linha dentro do Pronaf e esperamos qualificar, aumentando o subsídio”, reforça Zatti. 
Para o diretor-presidente da Cresol Central, Rudemar Casagrande, essas liberações são de grande importância e demonstra a preocupação do Sistema em trabalhar com pequenas empresas e agricultores. “Com essas linhas podemos alcançar mais pessoas, já que temos potencial para isso, e chegar onde a Cresol ainda não chega”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS

Receba novidades por e-mail