Ouvidoria 0800-642-4800

27 de Novembro 2019 Saúde masculina é tema de palestra realizada pela Cresol Chapecó

Com o tema “Saúde masculina: prevenção e envelhecimento saudável”, a Cresol Chapecó realizou em parceria com o Sintraf, Apaco e Cooperfamiliar uma palestra destinada a saúde do homem nesta terça-feira (26/11). A atividade, também alusiva ao Novembro Azul, foi ministrada pelo terapeuta Vânio Ciseski e contou com 50 participantes.

            Na oportunidade, foram trabalhados os assuntos “Características específicas do envelhecimento no homem”, “Alimentação saudável: o caminho para prevenir o envelhecimento precoce”, “Alimentação saudável: a prevenção em saúde masculina”, “Exemplos de desintoxicações através da íris”, “Misturas indevidas e problemas com ácidos”, “O caminho para a cura de certas doenças com tratamentos naturais” e “Principais problemas que surgem no homem ao longo da vida”.

            Com duração de três horas, a atividade proporcionou que os participantes fizessem questionamentos. Os mesmos avaliaram o encontro positivamente, pois foi possível esclarecer dúvidas. “Muitas vezes os homens não dão a devida importância ao cuidado com a saúde. Muitos solicitaram que devemos fazer mais momentos como estes e inclusive ser realizada juntamente com o público feminino”, destacam os organizadores.  “O intuito da palestra era provocar este debate com o público masculino. Vale ressaltar que no momento da entrega dos convites, alguns nas propriedades dos associados, foi possível perceber a felicidade da família por termos provocado os homens a participar, pois às vezes eles tem dificuldade de buscar orientações e muitos pensam que buscando essas informações nos consultórios médicos é procurar doença”, finalizam os organizadores.

No final da palestra, funcionários e direção conversaram com o terapeuta e será estudada a possibilidade de fazer uma parceria com o mesmo, através do Sintraf, para realização de consultas e descontos aos associados.

Dados

Segundo o Ministério da Saúde as estimativas apontavam 68.220 novos casos de câncer de próstata em 2018. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens, além de ser a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil, com mais de 14 mil óbitos.  Além disso, a estimativa era de 18.740 novos casos de câncer de traqueia, brônquio e pulmão.

No Brasil, os homens vivem em média 7,1 anos a menos do que as mulheres, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ainda o Ministério da Saúde aponta que as principais causas de mortalidade da população masculina são doenças do aparelho circulatório, neoplasias (tumores), doenças do aparelho digestivo e algumas doenças infecciosas e parasitárias.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS

Receba novidades por e-mail