Ouvidoria 0800-642-4800

08 de Junho 2021 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável são debatidos em atividade da Cresol

 

Como eu, você, nós, podemos fazer a nossa parte e contribuir com a sustentabilidade ambiental, social e econômica? Essa foi a reflexão proporcionada pela professora Manuela Gazzoni dos Passos, mestre em Ciências Ambientais e doutora em Ciências Biológicas, durante a atividade do Diálogos Solidários realizada ontem (07/06) de forma on-line. A formação envolvendo os funcionários e diretores do Sistema Cresol Central fez parte das ações relativas à Semana do Meio Ambiente e teve como tema “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: práticas para uma convivência mais harmônica com o meio ambiente”.

            Manú Passos ressaltou que a atitude de cada pessoa faz toda a diferença. “Quando se fala em sustentabilidade, os pequenos gestos como separar o lixo parece pouco, mas não é. Isso faz a diferença e pode incentivar outros a fazerem o mesmo”, destacou a professora. Ela ainda lembrou que a sustentabilidade envolve não apenas os aspectos ambientais, mas também sociais e econômicos. Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) inclusive passam por esses três setores. Incluem a necessidade de erradicar a pobreza, saúde e bem-estar, agricultura sustentável, educação de qualidade, igualdade de gênero, água e saneamento, energia limpa, consumo e produção sustentáveis, entre outros.

            O diretor de Formação, Ilário Teczack, salientou a preocupação da Cresol com este tema, desde a liberação do crédito com responsabilidade socioambiental, até as ações do cotidiano. As cooperativas do Sistema ainda incentivam a energia renovável, a agroecologia e produção orgânica, o crédito inclusivo, a educação financeira, entre outros pontos que contribuem com a sustentabilidade.

            Manú deixou como recado final a necessidade dos sujeitos protagonizarem as mudanças e trabalharem com o equilíbrio. Como exemplo, ela mencionou o consumo de carne vermelha. “Você não precisa radicalizar e parar de comer. Se conseguir é ótimo, mas se você deixar de comer carne vermelha ao menos uma vez por semana já é um passo. É necessário equilibrar as nossas necessidades com a sustentabilidade do planeta”, destacou.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS

Receba novidades por e-mail